17 de julho de 2013


Eu desço dessa solidão, espalho coisas sobre um chão de giz. Há meros devaneios tolos, a me torturar.

(Zé Ramalho)



Nenhum comentário:

Postar um comentário