30 de abril de 2013


É, só tinha de ser com você,
Havia de ser pra você,
Senão era mais uma dor,
Senão não seria o amor,
Aquele que a gente não vê,
O amor que chegou para dar
O que ninguém deu pra você.
É, você que é feito de azul,
Me deixa morar nesse azul,
Me deixa encontrar minha paz,
Você que é bonito demais,
Se ao menos pudesse saber
Que eu sempre fui só de você,
Você sempre foi só de mim.


Sempre apontei estrelas. Contando. Formando desenhos. Tentando alcançá-las.
Surda as  palavras simples da minha avó que  alertava do risco das verrugas...
Sorrio das superstições... Eis  minhas mãos. Não tenho motivo para escondê-las.
Apontei muitas estrelas...Construí algumas...
Esse é meu ofício... Poupe-me dos conselhos...
Sobre o ofício de construir estrelas verrugas são um risco...
Mãos antes  com verrugas que nos bolsos guardadas...
Olhe- as:
Mãos de construtora. Calejadas. Mas, sempre iluminadas.

(Lia Araújo)
Deus mora na saudade,
ali onde o amor e a ausência se assentam.
(Rubem Alves)

Um amor que nasceu, mas nunca viveu. Um amor que aconteceu, mas não foi ocupado. Daquelas comédias românticas que ninguém tem tempo de rir, pois já começa pelo final. Os amores mais bonitos são aqueles que nunca foram usados.
(Gabito Nunes)

"Todos os amores deveriam ser possíveis. Pessoas não deveriam chegar, nem antes, nem depois. Tudo deveria ser exatidão, pontualidade vital para que o amor aconteça. A terra deveria girar com esse único propósito: o encontro das almas. O resto seria resto e tudo seria para sempre. Brilhar para sempre, brilhar como um faról. Brilhar com brilho eterno."
(Maiakovski)

29 de abril de 2013

Vontade de sair correndo...


'Que Deus lhe dê a graça
de chegar ao lugar mais bonito que já é seu,
mas que você ainda não conheceu
porque precisa ir até lá...'

(Pe. Fábio de Melo)

Você entende o que realmente te deixa feliz?


 
 
"A Alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe".


((Mário Quintana)
 
E bastou passar na tua frente que alguma coisa brilhou. Veio de você pra mim. Me pego pensando que nada é por acaso, mas isso só piora. Eu quero pensar que tudo deveria ter sido do mesmo jeito, e dai não tenho pra onde correr.
 
Sempre tive todos os pensamentos em dia com você, mas não imaginava que você os cobraria assim, tão de perto. E por mais que eu os segurasse, eles explodiram. Todos. De uma só vez.
 
Guardei também os teu sorrisos. Porque é da parte que eu gosto mais. A parte que você sorri.
 
Guardei por anos todos os sorrisos que não foram meus. E naquela noite, olhar de lado e ver teu sorriso retribuindo meus olhos foi o suficiente pra saltar a vontade de me esticar em todo espaço que é teu.
 
Vou te contar que já não ligo mais pros grandes segredos que ligam meu nome ao teu. Que na verdade, eu queria mesmo era te falar todos eles bem baixinho no pé do teu ouvido. E te contar de todas as músicas que me faz lembrar você.
 
Te falar de todos os caminhos que a gente traçava e que ainda estão do mesmo jeito. Que não teve bússola capaz de me tirar de lá. Do teu norte. E que viajar no teu peito ainda é a sensação mais tranquila que você pode me dar. Porque é no teu ombro que existe um lugar só meu. O meu encaixe. O teu abraço.

Eu poderia preparar uma noite cheia de beijo e não falar de erros, mas só falar de saudade. Porque quando eu penso em saudade é teu nome que me vem na cabeça. Mas agora, não. Agora eu também não quero me apaixonar de novo. Mas se você pedisse eu faria. Com direito a carta toda semana. Te desenhando amor em papel. Como sempre foi.

Eu vou te deixar por mais algum tempo aqui dentro, mas não sei até quando. Mesmo sabendo que você poderia ficar, se quisesse, a vida inteira.
 
Talvez eu me permita ser feliz assim. Sem ter você do lado de  fora. Só. Vivendo com você. Aqui dentro.

Você colocou alguma coisa pra dormir aqui. Mas o que eu mais gostei foi do que você despertou. 
Outra vez

(Vanessa Leonardi)
 
Eu adoro todas as coisas 
E o meu coração é um albergue aberto toda a noite. 
Tenho pela vida um interesse ávido 
Que busca compreendê-la sentindo-a muito. 
Amo tudo, animo tudo, empresto humanidade a tudo, 
Aos homens e às pedras, às almas e às máquinas, 
Para aumentar com isso a minha personalidade. 

Pertenço a tudo para pertencer cada vez mais a mim próprio 
E a minha ambição era trazer o universo ao colo 
Como uma criança a quem a ama beija. 
Eu amo todas as coisas, umas mais do que as outras, 
Não nenhuma mais do que outra, mas sempre mais as que estou vendo 
Do que as que vi ou verei. 
Nada para mim é tão belo como o movimento e as sensações. 
A vida é uma grande feira e tudo são barracas e saltimbancos. 
Penso nisto, enterneço-me mas não sossego nunca. 
(Álvaro de Campos)
“Porque amor é justamente isso, é ficar inseguro, é ter aquele medo de perder a pessoa todo dia, é ter medo de se perder todo dia. É você se ver mergulhado, enredado, em algo que você não tem mais controle.”
(Fabrício Carpinejar) 


26 de abril de 2013

 
Há tempos engulo a seco
O gosto amargo
Do que eu pressinto.

Há tempos
Estendo em varais
Os trapos da úmida sensibilidade.

Há tempos chovo
Depois de seca
As lágrimas da infelicidade -

Minha chuva alimenta
O chão árido que sustenta
As árvores secas
Que não frutificam.

Há quem chova,
Há quem se molhe
Há quem escorra
Enquant'outro morre.
(Rebeca dos Anjos)
Os meus ciúmes eram intensos, mas curtos. Com pouco derrubaria tudo. Mas, com o mesmo pouco, ou menos, reconstruiria o céu, a terra e as estrelas.
(Dom Casmurro)
Quando eu te encontro dá uma vontade de ficar mais um pouco, de não ir embora, de morar com você. Quando eu te encontro eu fico bem.
(Caio Augusto Leite)

 
“Se você, pretende,
Saber quem eu sou,
Eu posso lhe dizer…”
 
As curvas da estrada de santos - Roberto Carlos
“É, você que é feito de azul,
Me deixa morar nesse azul,
Me deixa encontrar minha paz,
Você que é bonito demais,
Se ao menos pudesse saber
Que eu sempre fui só de você,
Você sempre foi só de mim…”
 
(Astrud Gilberto)
"Vontade de ficar sozinha
só pra saber
se você ia
ou vinha
quando deixou
esse bagaço
no meu peito..."

(Alice Ruiz) 
"Você deixou tudo a tua cara.
Só pra deixar tudo com cara de saudade."

(Alice Ruiz)
"Bom dia, tristeza,
que tarde, tristeza.
Você, veio hoje, me ver.
Já estava ficando,
até meio triste,
de estar tanto tempo,
longe de você.
Se chegue tristeza,
se sente comigo,
aqui nesta mesa de bar.
Beba do meu copo,
me dê o seu ombro,
que é para eu chorar.
Chorar de tristeza,
tristeza de amar."

(Vinicius de Moraes/Adoniran Barbosa)

"Amor é carta que mesmo extraviada está ora chegando e partindo, e pode cair em mãos que não as destinadas, mas onde estiverem as palavras, escritas ou caladas, onde estiverem os desejos e seus códigos postais, não importa a data em que foram selados, serão sempre cartas de amor e amores que alcançaram seus finais."

(Martha Medeiros - Cartas Extraviadas e outros poemas)
 
"Para você,
eu colheria todas as flores,
só para
ver o seu coração sorrir..."

(Arnalda Rabelo)
 
"Porque ainda sou muito pequena diante da grandeza da vida."

(Ana Karina Bucciarelli)

24 de abril de 2013

 
"As estrelas são todas iluminadas.
Acho que é pra que cada um possa, um dia, encontrar a sua."
(Antoine de Saint-Exupery)
 
"Mantenha seu rosto voltado para o sol e você não conseguirá ver as sombras.”

(Helen Keller)
 
           
    Guardo o amor dentro da esperança. Guardo a felicidade dentro da espera.
Guardo a paz dentro do nosso encontro.
(Cáh Morandi)

18 de abril de 2013

 
"As palavras sempre ficam.
Se me disseres que me amas, acreditarei. Mas se me escreveres que me amas, acreditarei ainda mais.
Se me falares da tua saudade, entenderei. Mas se escreveres sobre ela, eu a sentirei junto contigo.
Se a triste...za vier a te consumir e me contares, eu saberei. Mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor.
Lembre-se sempre do poder das palavras.
Quem escreve constrói um castelo, e quem lê passa a habitá-lo"
(Silvana Duboc)


"Não faço planos para a vida, para não perturbar
os planos que a vida tem para mim."
(Agostinho da Silva)


 
A essência é:
“Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado."
 
"Vivo nas estrelas porque é lá que brilha a minha alma."
(Manuel Bandeira)
 
"Gosto das pessoas que se enamoram das estrelas...
e caem de cansaço, ao voarem em busca da luz."
(Dom Hélder Câmara)