31 de dezembro de 2014




"Depois de tudo te amarei 
como se fosse sempre antes 
como se de tanto esperar 
sem que te visse nem chegasses 
estivesses eternamente 
respirando perto de mim"

_Pablo Neruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário