30 de outubro de 2014

    Sossega, coração! Não desesperes!
    Talvez um dia, para além dos dias,
    Encontres o que queres porque o queres.
    Então, livre de falsas nostalgias,
    Atingirás a perfeição de seres.

    Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
    Pobre esperença a de existir somente!
    Como quem passa a mão pelo cabelo
    E em si mesmo se sente diferente,
    Como faz mal ao sonho o concebê-lo!


    Sossega, coração, contudo! Dorme!
    O sossego não quer razão nem causa.
    Quer só a noite plácida e enorme,
    A grande, universal, solente pausa
    Antes que tudo em tudo se transforme.



    _Fernando Pessoa, 2-8-1933.

27 de outubro de 2014


Quer saber?
Eu já não quero mais saber de nada, vou ser feliz, sim.
Porque eu acho que é pra isso que estou aqui.
Eu vou desafiar o destino, o bom senso.
Porque tenho uma FÉ enorme em Deus.
E eu acredito que ELE está comigo - sempre.

_Monalisa Macêdo



23 de outubro de 2014


É, eu acho que amor é isso, Seu Moço:
É sentir raiva e sentir falta de você ao mesmo tempo.
É querer te ver bem desculpando o mal que me fez.
É querer amenizar a sua dor te perdoando pela dor que me causou.
É te querer perto, mesmo quando você não está bem.
É te querer por perto-sempre.
É não imaginar a vida sem você.
É cuidar.
É querer te ver feliz, engolir a tristeza e o orgulho pra te ver sorrir.
É tentar costurar as feridas e desatar os nós.
É querer ser NÓS pro resto da vida.
É não desejar ninguém além de você.
É morrer de saudade e viver de amor.


_ Monalisa Macêdo