31 de dezembro de 2014




"Depois de tudo te amarei 
como se fosse sempre antes 
como se de tanto esperar 
sem que te visse nem chegasses 
estivesses eternamente 
respirando perto de mim"

_Pablo Neruda

19 de dezembro de 2014


Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver

E aquele adeus não pude dar


Você marcou na minha vida

Viveu, morreu

Na minha história

Chego a ter medo do futuro

E da solidão

Que em minha porta bate

E eu

Gostava tanto de você

Gostava tanto de você

Eu corro, fujo desta sombra

Em sonho vejo este passado

E na parede do meu quarto

Ainda está o seu retrato

Não quero ver pra não lembrar

Pensei até em me mudar

Lugar qualquer que não exista

O pensamento em você

E eu
Gostava tanto de você

PS: Ainda Gosto Tanto de Você...