1 de junho de 2015



com aquela certeza desesperada de que era aquele, e de que nunca me seria possível viver com ele.

Inês Pedrosa