2 de janeiro de 2013

 
“Ainda é você quem arranca risos das minhas lágrimas e me faz caminhar grandes distâncias sem destino. Ainda é você quem leva partes de mim sem que eu me dê conta do que se passa. O mais bonito de tudo, por assim dizer, é que eu espero que siga sendo você a fazer tudo isso e muito mais” (Camila Costa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário