14 de novembro de 2014


Eu o desejava como se desejam todas as coisas perdidas para SEMPRE.

_Milan Kundera

Nenhum comentário:

Postar um comentário