26 de abril de 2013

"Bom dia, tristeza,
que tarde, tristeza.
Você, veio hoje, me ver.
Já estava ficando,
até meio triste,
de estar tanto tempo,
longe de você.
Se chegue tristeza,
se sente comigo,
aqui nesta mesa de bar.
Beba do meu copo,
me dê o seu ombro,
que é para eu chorar.
Chorar de tristeza,
tristeza de amar."

(Vinicius de Moraes/Adoniran Barbosa)


Nenhum comentário:

Postar um comentário