3 de maio de 2013

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir


Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir?


Se entornaste a nossa sorte pelo chão

Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu


Não, acho que estás se fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir?

(Chico Buarque)

Um comentário:

  1. Um poema que mostra um sentimento tão verdadeiro que faz eriçar a pele de quem se perde nas suas palavras.
    Gostei muito mesmo.

    Um beijo e um óptimo fim-de-semana

    ResponderExcluir